quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Vice-governador do ES vai pedir desfiliação do PSDB por apoiar PT, diz partido

CÍNTIA ACAYABA
da Agência Folha

O diretório do PSDB no Espírito Santo anunciou que o vice-governador do Estado, Ricardo Ferraço, vai pedir a desfiliação do partido depois de declarar publicamente seu apoio à reeleição do prefeito de Vitória, João Coser (PT), e a outros candidatos da oposição em cidades capixabas. Ferraço não confirmou que vai se desfiliar.

O presidente do PSDB capixaba, Ricardo Santos, disse que o vice-governador "tem um posicionamento diferente do partido em relação a candidatos apoiados pela sigla no Estado". Em Vitória, o PSDB apóia o candidato a prefeito Luciano Rezende (PPS).

Em nota, a Executiva Nacional do PSDB afirma que o partido está preocupado com o posicionamento de Ferraço.

O texto, assinado pelo presidente do partido, o senador Sérgio Guerra (PE), diz que o PSDB vai definir na próxima reunião da Executiva Nacional, "sua posição na questão que se desenvolve no Estado e que diz respeito à fidelidade partidária do vice-governador". Não há data prevista para a reunião.

Segundo o presidente estadual do PSDB, o vice-governador vai formular o pedido de desfiliação ao Tribunal Regional Eleitoral nos próximos dias. "Afastamos a hipótese de expulsão porque o PSDB faz parte do governo Hartung [Paulo Hartung, do PMDB]. Somos responsáveis por diversas pastas e não queremos causar um desgaste", disse.

O vice-governador afirmou que ele e o diretório ainda estudam como vão "resolver o conflito de incompatibilidade".

Ferraço confirmou que participou de uma caminhada de campanha com Coser e disse que apóia o prefeito petista porque o PSDB "ignorou" suas posições. "O partido não quis me ouvir. Não considerou minhas opiniões que levavam em conta uma aliança entre PT e PSDB", afirmou ele.

Ferraço disse que não tem nenhuma proposta de filiação a outro partido.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial